domingo, 8 de maio de 2011

Eu te amo

Imagem: internet

Como te amei em outras eras
Se passaram tantos quimeras
Que nem sei mais onde estou

Pousaste nos jardins da minha alma
A mais sutil de todas as rosas
Entre fragrâncias preciosas
O tronco milenar do amor
Nas folhas trazidas pelo vento
Uma história que nunca acabou

Teu semblante não me basta
Teu sorriso abre a pasta
Das minhas memórias
Quero encher tua fonte
Com os rios do meu coração
Beber em teu cálice a lava
Do vulcão que não silenciou

Fomos nascidos no mesmo vinhedo
Trazemos nos olhos o segredo
Da plena felicidade
Nossa uva é das mais fina casta
A safra que o tempo velou

As máscaras do cotidiano
Ficam em segundo plano
São sombras produzidas por tua luz
Quando atravessas minha rua
Tua vida toda nua
No livro que tua mão revelou

Nosso amor é universal
Transcende o bem e o mal
Qualquer ilusão terrena
O coração fica na terra
O corpo é uma passagem que encerra
O drama que o ator encenou

Minhas asas são de barro
Mas bebemos no mesmo jarro
Que o céu nos legou
Viveremos um colóquio
Uma simbiose espiritual
Até as portas da liberdade
Que o mundo nos roubou

Jesus Delossantos

2 comentários:

Maria Luiza Silveira Teles disse...

Lindíssimo, Manu! Vou colocar no meu blog. Quero entrar no sorteio, mas não consegui ler os títulos. Estou dizendo isso porque já tenho alguns dela e não quero repetido.
Bjs,
Maria Luiza

Manuba (Manu) disse...

Ok Maria Luiza! Vou fazer um post!

Bjs