domingo, 8 de março de 2009

Parabéns a todas as mulheres pelo seu dia!

"Toda mulher é doida. Impossível não ser. A gente nasce com um dispositivo interno que nos informa desde cedo que, sem amor, a vida não vale a pena ser vivida, e dá-lhe usar nosso poder de sedução para encontrar 'the big one', aquele que será inteligente, máculo, se importará com nossos sentimentos e não nos deixará na mão jamais... Uma tarefa que dá para ocupar uma vida, não é mesmo?
Eu só conheço mulher louca. Pense em qualquer uma que você conhece e me diga se ela não tem ao menos três dessas qualificações: exagerada, dramática, verborrágica, maníaca, fantasiosa, apaixonada, delirante. Pois então. também é louca. E fascinante..."
Trecho da crônica "Doidas e Santas" da escritora Martha Medeiros.

Um feliz dia das mulheres!

Um comentário:

tossan disse...

Lamento de Mulher

Mulher: palavra doce, sinônimo de amor.
Ah! Se a "humanidade" fosse igual a ela...
O mundo seria mais justo e as pessoas respeitariam-se mais.
Se a "humanidade" fosse igual a ela...
O povo não estaria na platéia,
mas no palco como personagem da sua própria história.
Se a "humanidade" fosse igual a ela...
Ela seria livre para prantear com gemido inefável pelo desejo de Amar.

Elinete Santos Andrade
Ribeirão do Largo - BA
Sinta-se homenageada.
Belo o seu poema. Abraços